• Talita Alves

NEWS ARQ&SAÚDE | 16 DE FEVEREIRO DE 2021



A qualidade do ar em ambientes de saúde: Conforto térmico, contaminação e sustentabilidade.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) publicou um estudo que comprovou que a presença do Coronavírus está muito presente no ar, reforçando a importância de melhorar a qualidade do ar nos ambientes construídos.


A pesquisa foi feita em hospitais, onde se tinha a certeza que havia maior possibilidade de circulação do vírus. O que ficou comprovado é que o risco de contaminação pelo ar é bem maior que a contaminação pelas superfícies.


É sabido que o ar condicionado tipo Split não é adequado para ambientes de saúde.

Mas quem nunca foi numa clínica médica e o consultório tinha este tipo de aparelho

funcionando? O problema deste tipo de equipamento é que ele não promove as trocas

de ar necessárias para evitar a contaminação pelo ar.


Com o aquecimento global existe uma dificuldade cada vez maior de resfriar os ambientes, ainda mais se pensarmos em formas sustentáveis de fazê-lo. Para resfriar

um ambiente geralmente é utilizada uma grande quantidade de energia elétrica e estes equipamentos ainda dependem fortemente de combustíveis fósseis. Para quem projeta estabelecimentos para a saúde a preocupação é ainda maior: Como criar um ambiente termicamente confortável, evitando possíveis contaminações e ainda sendo sustentável?


Para responder essa pergunta devemos levar em consideração não só o tipo de equipamento escolhido, mas também quais são ambientes que estamos nos referindo.

Em se tratando de hospitais, existem setores como o centro cirúrgico, as Unidades de

Terapia Intensiva, alguns laboratórios, entre outros, que devemos ter uma preocupação com a qualidade do ar, tanto que entra na sala, quanto o ar que retorna ao meio ambiente. Para evitar a contaminação de pessoas, materiais ou do próprio meio ambiente são utilizados sistemas de ventilação e climatização específicos e com

filtragens específicas. Nestes casos, ser sustentável ainda é um grande desafio.



Hospital Provincial Bamyan. Foto: Irfan Naqi



Mas quando estamos falando de ambientes como recepções, consultórios e até alguns

tipos de internação a utilização de ar natural é muito bem recomendada e cria ambientes mais humanizados e sustentáveis. Nestes casos utilizar de estratégias de

resfriamento passivo, ou seja, regular o ganho e a dissipação de calor com pouco ou

nenhum consumo energético é bem mais fácil. Só para citar algumas técnicas, podemos pensar em sombreamento externo, ventilação cruzada e ainda no uso de ventilação natural noturna.


Por isso, quando se trata de projetos de estabelecimentos para a saúde o importante

mesmo é entender claramente quais são os ambientes, as atividades que ali ocorrem

e quais os riscos que o ar traz àquele ambiente. Somente assim você vai conseguir

criar ambientes mais confortáveis termicamente, que evitam a contaminação pelo ar e

são mais sustentáveis.


Para saber mais sobre a pesquisa da UFMG sobre a comprovação do coronavírus

pelo ar, acesse o link: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/02/12/pesquisadores-brasileiros-comprovam-presenca-do-

coronavirus-no-ar.ghtml


 

“Fala Amanda” é um artigo de opinião onde semanalmente emito minha opinião sobre

um assunto que envolve Arquitetura, Saúde e Vigilância Sanitária.



 




Arquitetura hospitalar sobre rodas

Foto: Democratics Architects/ Archdaily


O estúdio brasileiro Democratic Architects projetou o O-SI – Ônibus de Saúde

Imediata. A ideia era criar uma clínica móvel e modular, focada em atendimento de

saúde primária que pudesse se deslocar até onde as pessoas mais necessitam de

atendimento primário.


A clínica móvel conta com espaço para realizar diagnóstico e vacinação e a pandemia

foi um fator determinante para o desenvolvimento do O-SI, pois se apresenta como

uma solução rápida e econômica.


Para conhecer melhor o projeto, acesso o link:

http s://www.archdaily.com.br/br/956632/primeiro-onibus-convertido-em-unidade-de-

saude-contra-covid-19-ja-esta-em-operacao-no-brasil



Hospitais investem em usinas para produção de oxigênio

Alguns hospitais já investem na produção de oxigênio em usinas próprias. Tal medida

visa evitar que os estabelecimentos sofram com uma possível interrupção na distribuição do gás como aconteceu em Manaus no mês de janeiro de 2021. Podemos

utilizar esssa opção em nossos projetos para a saúde.


Acesse o link para ver um vídeo do Jornal Hoje, explicando melhor sobre o

funcionamento destas usinas: https://globoplay.globo.com/v/9243723/



 




UFRJ disponibiliza 2.650 e-books para baixar de graça

Segundo o site Ciclo Vivo, o Sistema de Bibliotecas e Informação (Sibi) da UFRJ fez

um levantamento minucioso das editoras acadêmicas das principais universidades do

Brasil e elaborou uma relação com 2.650 títulos que estão disponíveis para baixar de

graça.


Foram disponibilizados títulos de várias áreas do conhecimento, entre elas, 581 títulos

de Ciências Sociais Aplicadas que é onde se encontram os e-books de Arquitetura e

Urbanismo.


Acesse o seguinte link para baixar gratuitamente os e-books de seu interesse:

https://ciclovivo.com.br/fique-ligado/e-books/ufrj-disponibiliza-2- 650-e-books-para-

baixar-de-graca/?utm_medium=website&utm_source=archdaily.com.br



 




Live com Lauro Miquelin

Além da tradicional live tira-dúvidas que acontece todas as terças-feiras, esta semana

teremos também um convidado muito especial na quinta-feira, o arquiteto Lauro

Miquelin.


Por esta razão teremos 2 lives nesta semana: terça-feira (16/02) e quinta-feira (18/02).

O horário é sempre as 19 horas, então anota na agenda para não perder.



Na terça- feira iremos falar sobre “Banheiros e sanitários: quando a Vigilância

Sanitária exige este ambiente?”. Esta é uma das dúvidas mais frequentes que

recebo e por isso vou fazer uma live inteira sobre o assunto.



Já na quinta-feira, o arquiteto Lauro Miquelin aceitou meu convite e vamos falar sobre

“O futuro escondido no Design”. O arquiteto vai falar sobre como o Design de serviço

influencia diretamente no projeto arquitetônico de espaços de saúde.


E se você quiser fazer perguntas, sempre antes da live eu deixo uma caixinha aberta

lá nos meus stories onde você pode deixar sua dúvida.



LIVE SEMANAL: Banheiros e sanitários: quando a Vigilância Sanitária exige este ambiente? Data: 16/02/2021 – 19h Instagram:@maral.arq (https://www.instagram.com/maral.arq/)
Live com Lauro Miquelin: O futuro escondido no Design Data: 18/02/2021 – 19h Instagram:@maral.arq (https://www.instagram.com/maral.arq/)



50 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Talita Alves

ARQUITETO PRÓSPERO
CEO & Founder

IMG_20191122_232541_432.jpg

Há um gosto de vitória e encanto na condição de ser simples. Não é preciso muito para ser muito.

- Lina Bo Bardi

Olá, eu sou a Talita Alves, CEO e Founder da plataforma online de educação Arquiteto Próspero.

Minha paixão é criar soluções através do empreendedorismo. Já ajudei diversas empresas e profissionais aumentarem seu faturamento, através de estratégias de vendas, marketing, negociação e prospecção de clientes.

No total foram mais de 100 empresas e profissionais atendidos na área da construção civil.

graf-01.png
graf-01.png
graf-01.png

“Falo por mim, por mais que a gente ache que está fazendo tudo certo, faça o experimento de limpar a mente e seguir a risca as orientações da Talita. Fechei com um cliente que para mim era perdido. Apliquei de novo a tal da apresentação encantadora e de novo estou fechando com ele agora a obra.”

- Rosana Alves

 Depoimentos de Alunos 

MOCKUP EBOOK PLANNER GRATUITO.png

DESCUBRA OS SEGREDOS QUE NINGUÉM TE CONTA PARA ATRAIR CLIENTES QUALIFICADOS PELO INSTAGRAM!

BAIXE AGORA SEU PLANNER GRATUITO

NO PLANNER VOCÊ VAI:

✅ aprender a criar uma marca forte, que expressa sua identidade

✅ aprender a ter uma comunicação que atraia o

cliente ideal

✅ saberá de uma vez por todas o que escrever na legenda

do Instagram

e muito +