• Talita Alves

COMO PODEMOS LEVAR SAÚDE E BEM-ESTAR ATRAVÉS DOS AMBIENTES?

Atualizado: 17 de set. de 2020




Feche os olhos e pense sobre onde você gostaria de passar as férias ou relaxar após uma semana de trabalho estressante.


Você sabia?

Temos uma conexão inata e uma ligação emocional genética com a natureza, afinal foi assim que os seres humanos viveram e se desenvolveram durante milhares de anos, como caçadores e coletores de alimentos no mundo natural.

A biofilia é conhecida por muitas pessoas, mesmo sem saber o termo. Bio significa vida e philia significa amor, ou seja, “amor à vida”. Este conceito da nossa afinidade inerente de estar na natureza, essencial à saúde e ao bem-estar humano foi difundido pelo biólogo Edward O. Wilson ao lançar o livro Biophilia.

Como nosso habitat mudou do mundo natural para o mundo construído, precisamos encontrar soluções para criar um habitat saudável no ambiente moderno construído, buscando uma experiência satisfatória com a natureza dentro destes espaços.


Você sente que o mundo está se desenvolvendo em ritmo acelerado?

Hoje, 55% da população mundial vive em áreas urbanas, uma proporção que deve aumentar para 68% até 2050¹. As cidades estão cada vez mais densas e superpovoadas, dominadas por edifícios e pela infraestrutura pesada.


Você já parou pra pensar em quanto tempo você passa em ambientes construídos?

Passamos cerca de 90% do nosso tempo dentro de ambientes com iluminação artificial, fechados com ventilador e ar condicionado, com uso de materiais fabricados pelo homem, ambientes privados de estímulos sensoriais e com pouca conexão com a cultura e ecologia do local. Estamos caminhando para um futuro urbano no qual o cérebro humano não está conectado.


Qual impacto o ambiente construído em que trabalhamos e vivemos tem na nossa saúde, bem-estar e na nossa felicidade?

Acaba sendo natural você imaginar suas férias em um local que tenha natureza, é como se estivéssemos separados do nosso cordão umbilical. Somos projetados para sermos ligados à natureza, nossos corpos atualmente existem em um ambiente alienígena para nós. Devido a isso, nosso corpo responde com inflamação crônica que leva a diversas doenças como estresse, depressão, ansiedade, problemas respiratórios, obesidade e em longo prazo, até diabetes e câncer. Sofremos as penalidades desta desconexão com o mundo natural, no local de trabalho, há uma perda da produtividade, alta rotatividade, elevado absenteísmo e presenteísmo de funcionários.


O que é o design biofílico?

Compreendendo os benefícios do contato direto com a natureza de uma forma científica, surge o conceito do design biofílico. Uma metodologia de design para restabelecer nossas conexões com o mundo natural, fornecendo caminhos que trazem a natureza para o ambiente moderno construído, promovendo saúde e bem-estar para as pessoas e a cura do planeta.


Design com propósito:

A aplicação bem-sucedida do design biofílico exige a adesão a certos princípios e envolve a aplicação de várias estratégias de projeto que nos referimos como experiências: experiências diretas da natureza, indiretas da natureza e do espaço e do lugar. São cerca de 24 estratégias que podem ser aplicadas no ambiente construído para trazer a experiência da natureza para o mesmo.

Uma experiência direta da natureza fundamental para a nossa saúde e bem-estar é a luz natural. O espectro de cores, intensidade, ângulos e tempo da luz solar mudam ao longo do dia, dependendo do clima e das estações. Os fluxos de luz e sombras se movendo ao longo do dia e as cores da luz em constante mudança variando do nascer ao pôr do sol ajudam a orientar-nos no tempo e no local e ditam nosso ritmo circadiano que influenciam nossos padrões de sono e humor. A luz natural do dia também é necessária para que nossos corpos produzam vitamina D e regulem certos hormônios como a melatonina, responsável pelo sono e o cortisol, responsável pelo estresse.

Existem muitas pesquisas científicas comprovando e demonstrando os impactos e reais benefícios. A melhor investigação das necessidades biofílicas de um projeto é abrangente, diferenciada e profunda, devendo ser analisada por um profissional. Não existe uma abordagem única, é saber usar o design biofílico em favor das pessoas, saber o que irá provocar adotando determinada estratégia para criar ambientes mais humanizados e naturais.

Embora cada indivíduo responda de maneira diferente a situações baseadas em suas experiências, preferências e cultura, os vínculos evolutivos à natureza permanecem. Incorporar a natureza e os sistemas e processos naturais ao ambiente construído são a chave para projetarmos nosso mundo com mais saúde, bem-estar e com mais felicidade.


Design biofílico é sobre amor, à vida, ao próximo e a nós mesmos!


1. Nações Unidas, Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais, Divisão de População (2019). Perspectivas de urbanização mundial: a revisão de 2018.



 

Eu sou a Bia Rafaelli Casaccia, mais conhecida como Biafílica. Sou arquiteta e urbanista, especialista em design biofílico. Por muitas vezes a arquitetura se torna vazia, mais preocupada com estética, luxo, modas e tendências do que com a saúde e bem-estar das pessoas. Parece que estamos em um meio de futilidades, reproduzindo soluções nem sempre adequadas e não sentimos o coração aquecido ao projetar alguns ambientes. Há algum tempo, me sentia assim. Eu ansiava por algo que fizesse sentido pra mim, que sempre busquei saúde e bem-estar na minha vida. Foi então que encontrei o design biofílico.

E assim, encontrei meu propósito e minha missão de compartilhar com você este processo de design tão inspirador e apaixonante. Em 2018, tive a honra de trabalhar com a líder do Design Biofílico Elizabeth Calabrese no workshop sobre o tema, na Conferência Cities Alive em Nova York. Esta conferência fornece soluções de ponta e tecnologia de infraestrutura verde para os desafios urbanos, moldando um futuro melhor e mais resiliente, reunindo profissionais de design e formuladores de políticas através de palestras, workshops e expositores. Atualmente, exponho palestras, workshops, cursos e mentorias sobre design biofílico.



Quer saber mais sobre o assunto?

Baixe agora mesmo, meu e-book sobre o Design Biofílico:


368 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Talita Alves

ARQUITETO PRÓSPERO
CEO & Founder

IMG_20191122_232541_432.jpg

Há um gosto de vitória e encanto na condição de ser simples. Não é preciso muito para ser muito.

- Lina Bo Bardi

Olá, eu sou a Talita Alves, CEO e Founder da plataforma online de educação Arquiteto Próspero.

Minha paixão é criar soluções através do empreendedorismo. Já ajudei diversas empresas e profissionais aumentarem seu faturamento, através de estratégias de vendas, marketing, negociação e prospecção de clientes.

No total foram mais de 100 empresas e profissionais atendidos na área da construção civil.

graf-01.png
graf-01.png
graf-01.png

“Falo por mim, por mais que a gente ache que está fazendo tudo certo, faça o experimento de limpar a mente e seguir a risca as orientações da Talita. Fechei com um cliente que para mim era perdido. Apliquei de novo a tal da apresentação encantadora e de novo estou fechando com ele agora a obra.”

- Rosana Alves

 Depoimentos de Alunos 

MOCKUP EBOOK PLANNER GRATUITO.png

DESCUBRA OS SEGREDOS QUE NINGUÉM TE CONTA PARA ATRAIR CLIENTES QUALIFICADOS PELO INSTAGRAM!

BAIXE AGORA SEU PLANNER GRATUITO

NO PLANNER VOCÊ VAI:

✅ aprender a criar uma marca forte, que expressa sua identidade

✅ aprender a ter uma comunicação que atraia o

cliente ideal

✅ saberá de uma vez por todas o que escrever na legenda

do Instagram

e muito +